Revitalização urbana da Estrada Feliciano Sodré em Mesquita

 

A cidade de Mesquita se tornará mais bonita com as obras de reurbanização que acontecerão na Estrada Feliciano Sodré. O serviço começou na sexta-feira, dia 02 de agosto, pela desativação de comércios irregulares ao longo do muro da ferrovia, na altura do bairro Juscelino.

A Estrada, que faz a ligação com Nova Iguaçu, receberá mais de 3 mil m² de calçada urbanizada, ciclofaixas, pavimentação reforçada, pista para atletas, iluminação de passeio, arborização, pontos de ônibus e grama. O pacote de obras coloca Mesquita entre grandes centros urbanos do país.

Pelo projeto urbanístico desenvolvido pela secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, as obras de intervenção na Estrada Feliciano Sodré começam na altura da estação ferroviária de Juscelino e seguem até a divisa com Nova Iguaçu, na rua Irmãos Maurício.  A reurbanização mudará bastante o aspecto físico da via, com o plantio de árvores e manutenção das existentes, inclusive as palmeiras, além de cores e artes no muro e rampa de acessibilidade. A preparação para o início dos 300 metros da obra começou na sexta-feira (02/08) pela desativação de depósito irregular de materiais de construção, de oficina mecânica, estacionamento e remoção de entulhos deixados por estes serviços ao lado do muro da ferrovia.

Ainda de acordo com o projeto, a Feliciano Sodré ganhará 3.563 m² de calçada, 1.121 

de acessibilidade, 578 m² de ciclofaixa com tinta especial e piso na cor cinza (onde não é permitida a circulação de carros e ônibus), 700 metros de faixa limitadora de piso especial vermelho para atletas, com meio-fio rebaixado, 845 m² de grama esmeralda e faixa para pedestres. Vale ressaltar que a ciclofaixa é prevista no Código Brasileiro de Trânsito para atender ao tráfego de bicicletas.

A Estrada, que tem 1.600 metros de extensão, terá postes metálicos com iluminação de passeio, telefones públicos e pontos de ônibus. O muro da rede ferroviária participará da nova paisagem da via, com a pintura de painéis culturais sobre a cidade e sua gente inserida no contexto, através de artistas da grafitagem, a exemplo da Avenida Baronesa de Mesquita. O trecho também será beneficiado com obras para acabar com alagamentos – como outros 22 pontos em nove bairros já mapeados pela prefeitura.

Mais beleza

Na fila de projetos urbanísticos do governo Jorge Miranda também está a reurbanização da Praça Elizabeth Paixão, no Centro, cuja licitação já está publicada, e Praça PEC, um concentrado de várias atividade culturais e serviços de assistência social, situada no bairro de Santo Elias, além de obras em várias ruas do bairro Coreia.  O pacote de obras previsto para Mesquita, pelo prefeito da cidade, inclui também a construção do Calçadão da rua José Montes Paixão e coloca a cidade  entre grandes centros urbanos do país.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido !!