Atletas do handebol de Mesquita fazem exames para Jogos da Baixada

Jovens foram atendidos nas Clínicas da Família da cidade no último sábado, dia 6 de abril
(Maycon Ferraz)

De olho na participação da 22ª edição dos Jogos da Baixada, prevista para se iniciar na segunda quinzena de maio, a equipe de handebol sub-15 de Mesquita já está se preparando para fazer bonito. No último sábado, dia 6, pelo menos 37 atletas, todos alunos do Colégio Santa Mônica, passaram por uma bateria de exames médicos, na qual se levou também em consideração o peso e altura deles.
De acordo com Kleber Rodrigues, subsecretário de Cultura, Esportes, Lazer e Turismo, o grupo é examinado através de consulta médica, odontológica e pressão arterial, além de eletrocardiograma, para saber o risco cardíaco; e sangue (hemograma completo). O objetivo é avaliar o estado de saúde de cada um dos atletas e suprir as deficiências que forem detectadas.
Os procedimentos foram realizados em duas Clínicas de Saúde da Família de Mesquita, situadas nos bairros da Coreia e da Jacutinga. “Após os exames prontos, eles voltarão ao médico. O objetivo é dar conhecimento ao atleta e família seu status atual de saúde e suprir as deficiências”, justifica Kleber. “Aqueles que estiverem sem condição de saúde serão impedidos de participar da atividade esportiva”, completa.
Pablo dos Santos Oliveira, 14 anos, estudante de 8ª série, sabe da importância da bateria de exames. “Gosto de saber que eu estou bem de saúde e apto a praticar o handebol”, disse Pablo, durante o exame, ao lado da técnica de enfermagem Rita de Cássia.
O grupo de atletas tem esperança de trazer bons resultados durante a próxima edição dos Jogos da Baixada. Na 21ª edição, no ano passado, segundo Kleber Rodrigues, a garotada conquistou o 5º lugar no ranking, na modalidade handebol. E todos estão animados para a etapa deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido !!