21 de julho de 2024

Nova Iguaçu é o segundo colocado no ranking de adesão à 1ª Campanha Nacional de Incentivo à Criação das CIPAS Escolares. Com 97% de suas unidades da rede municipal de ensino participantes, a cidade ficou atrás somente de Itaguaí, que obteve 100% de adesão. O resultado, referente ao ano de 2023, foi divulgado na manhã desta segunda-feira (17) pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

CIPA Escolar é a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, Doenças e Violências nas Escolas. Inspirada na CIPA formada nas empresas, esta tem o objetivo de contribuir para a formação de um ambiente escolar seguro, saudável e produtivo, além de criar uma cultura de prevenção de acidentes, por meio da transmissão de conhecimentos aos estudantes e profissionais da educação e participação ativa nesse processo.

Das 144 escolas municipais de Nova Iguaçu, 140 tiveram a implementação da CIPA em 2023. A adesão das unidades vem crescendo a cada ano e a expectativa é que em 2024 100% delas implementem suas CIPAS.

“Em 2021, ano da primeira campanha estadual, tivemos adesão em apenas nove escolas e ficamos em sexto lugar no Rio de Janeiro. No ano seguinte, saltamos para 116 unidades e alcançamos o segundo lugar no estado. Agora, na campanha nacional, obtivemos o segundo lugar do Brasil. O resultado reforça nosso comprometimento com a segurança de nossos estudantes e também dos funcionários”, celebra a secretária municipal de Educação, Maria Virgínia Andrade Rocha.

A CIPA Escolar é uma iniciativa do Ministério Público do Trabalho em parceria com as secretarias de Educação de todos os municípios do país que desejam participar. O projeto prevê a segurança e saúde, por meio de ações que instruam como combater situações adversas que possam acontecer no ambiente escolar, como o bullying e o trabalho infantil entre alunos. A CIPA também fiscaliza o prédio escolar com objetivo de detectar riscos e saná-los antes que se tornem perigos iminentes aos estudantes e profissionais que atuam nas unidades.