24 de julho de 2024

Festival Sesc+ Social – Novas Narrativas no Dia da Favela acontece a partir do dia 1º de novembro nas unidades Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Barra Mansa, além de escolas e comunidades – O Sesc RJ vai realizar, em novembro, o Festival Sesc+ Social – Novas Narrativas no Dia da Favela que vai promover, nas unidades de Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Barra Mansa, além de escolas e comunidades, diversas atividades para a ampliação do reconhecimento do potencial sociocultural existente nas regiões periféricas do estado. A entrada é gratuita.  

Celebrada em 4 de novembro, o Dia da Favela foi instituído pelo estado do Rio de Janeiro em 2019. A data é uma oportunidade para refletir sobre as lutas, desafios e conquistas das favelas, reconhecendo a importância da solidariedade e da inclusão na construção de uma cidade mais justa e igualitária. 

Em Duque de Caxias, as atividades serão realizadas já nesta quarta-feira (01/11), das 9h às 16h, com rodas de conversa com personalidades oriundas dessas comunidades sobre temas como saúde mental, comunicação para o desenvolvimento comunitário, a mulher na favela e identidade. Haverá ainda exposição, feira de empreendedorismo, oficinas de charme e passinho, jogos, oficinas de penteados, barbearia, batalha de danças, esquente teatral e roda de samba.  

Já no sábado (04/11) – Dia da Favela – o Sesc Nova Iguaçu vai receber rodas de conversas com os escritores Leo Motta e Otávio Júnior. A unidade ainda vai exibir uma mostra expositiva sobre a planta Cnidoscolus quercifolius, também conhecida como favela, e vai oferecer um espaço de leitura com livros de autores oriundos de favelas e/ou que tenham escrito sobre ela. Haverá ainda uma exibição de curtas-metragens.

Também no sábado, a programação se estenderá pelo Sesc Barra Mansa, que vai realizar uma roda de conversa com a confecção de flâmulas, oficinas de trança e barba, e apresentação de hip hop e roda de samba.

Ao longo de novembro, o festival vai realizar atividades pontuais de orientação e reflexão em escolas e comunidades, promovendo rodas de conversa e campanhas de pertencimento e destaque para as crianças e adolescentes que vivem nesses territórios, potencializando seus talentos e levando-os a perceber os diversos caminhos que podem percorrer além da favela. Veja os destaques da programação em Duque de Caxias e Nova Iguaçu abaixo.  

PROGRAMAÇÃO 

Sesc Duque de Caxias

Quarta-feira, 1º de novembro  

9h30 – Esquete teatral: Maria Falando de Maria 

9h50 – Roda de conversas: Saúde mental nas favelas, numa perspectiva antirracista 

Priscila de Jesus Barbosa, conhecida como Oprah da Baixada, educadora popular, escritora e especialista em estratégias de redução da escassez de pessoas pretas e periféricas. É CEO da Autoestima Diva e moradora da região de Duque de Caxias. 

Manuella dos Santos Albuquerque de Azevedo é assistente social no Sesc Duque de Caxias. Formada pela UFRJ, tem pós-graduação em Saúde Pública com Ênfase em Saúde da Família pela Universidade Veiga de Almeida 

10h40 – Roda de conversas: Comunicação popular e o impacto no desenvolvimento comunitário 

Gabriela Anastácia é jornalista, com MBA em Business Inteligence, pós-graduada em Docência do Ensino Superior e metodologias de aprendizado. É moradora da Baixada Fluminense. 

Thais Ulrichsen é analista de projetos sociais Sesc RJ, especialista em urbanismo social e políticas públicas e comunicadora popular e periférica. 

11h30 – Roda de conversas: Mulher de favela – amores e dores 

Suelen Martins é jornalista, empreendedora, consultora de comunicação, assessora estratégica na Cidade das Artes, criadora de conteúdo no projeto da Preta do Leite, pós-graduanda em relações públicas, nascida e criada entre o morro da Providência, primeira favela do Brasil. 

Marilene de Souza é fisioterapeuta, membro da Educação e Saúde do Sesc RJ e Espaço +Saúde, especializada no atendimento à mulher, da Unidade Duque de Caxias.  

12h20 – Roda de conversas: Favela e identidade – O reconhecimento da diversidade sociocultural 

Dudu de Oliveira, natural de Duque de Caxias, Graduado em Administração de Empresas, Ator Profissional, com experiência comprovada em apresentações, novelas, curta metragens e séries, atualmente atuando na série Reis da TV Record. 

Elisangela Bandeira, Pedagoga, Especialista em Gestão Social, Formação de Redes de Solidariedade, Educação Popular, premiada por projetos exitosos pela WFD – Berlim, Consultora da Tribus Agência Social e Analista Técnica do Sesc Duque de Caxias na área de Assistência. 

15h – Roda de Samba: Grupo Quem Sabe é Nós 

Sesc Nova Iguaçu

Sábado, 4 de novembro 

13h – Roda de conversas: Das ruas para os livros 

Leo Motta, escritor, ex-dependente químico e que viveu em situação de rua. Será exibido o documentário “Há Vida Depois das Marquises”, seguido de um bate-papo sobre sua história de superação. 

14h – Roda de conversas: Favela – espaço de criatividade 

Otávio Júnior, escritor, ator, contador de histórias e produtor teatral brasileiro que ficou conhecido por abrir a primeira biblioteca nas favelas do Complexo do Alemão e no Complexo da Penha 

Maria Chocolate, conhecida por criar uma biblioteca comunitária em sua própria residência, para incentivar a leitura e contribuir com a educação das crianças de uma comunidade em Duque de Caxias. 

15h – Exibição de curtas-metragens   

SERVIÇO 

Festival Sesc+ Social – Novas Narrativas no Dia da Favela  

A partir de 01/11 

Sesc Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Barra Mansa, escolas e comunidades  

Entrada gratuita