24 de julho de 2024

Na trama, andarilhas viajam por todo continente latino-americano entoando cantigas de ninar na linguagem de povos originários, embalando as suas histórias e seus filhos 

Chegando aos palcos dos teatros do SESC em quatro apresentações exclusivas, o espetáculo “Canções para afastar o medo – Contos e Acalantos Latino Americanos” traz o resultado da pesquisa sobre a tradição oral dos povos originários latino-americanos realizada pela narradora e atriz peruana-brasileira Rosana Reategui. A trama, que é um projeto cênico da Qinti Companhia,  traz um universo de texturas, palavras e melodias da mãe terra para falar da imensa e potente América Latina.

Dessa forma, a história começa no sul do continente numa vila chilena, na Terra do Fogo, onde uma criança com medo chora, com medo das raposas que rondam a casa. Seguindo as cordilheiras, nas terras altas andinas, rochas ecoam o canto de uma mãe para sua filha doente, uma cantiga que se repete durante toda a noite para desvanecer a dor. Longe dali, um outro canto, ressoa nas areias das Antilhas um bebê só quer dormir quando a mãe voltar do trabalho. Indo além, uma montanha de juta abre um novo caminho que nos leva até o México, onde mãe e filha cantam cantigas de ninar na linguagem dos povos indígenas, em Tupi e Guarani, para se encontrar.

Em uma bela interação com o público, as artistas começam a contação de histórias caminhando entre a plateia como andarilhas a procura de um lugar onde as pessoas falem palavras em guarani. Depois desse encontro esperado, elas apresentam a história da juta como tecido migrante que veio da Índia para renascer no Brasil. E, abrindo um grande tecido, convidam todos para uma viagem pelo continente latino-americano.

A obra recebeu sete indicações para o Prêmio CBTIJ de Teatro Infantil, ganhando dois deles, Melhor Atriz para Rosana Reategui e Melhor Trilha Sonora para a cantora e musicista uruguaia Natalia Sarante, que assina a parte musical e atua juntamente com Rosana: “É um trabalho feito com muita dedicação e carinho. Colocamos muitas temáticas latino-americanas que transcendem as linguagens e conectam todo mundo, no ponto de vista humano, sobre infância e maternidade”, comemora.

A peça tem classificação livre, duração de cinquenta minutos e fica em cartaz nas datas: dia 02 de abril, às 16h, no Teatro SESC Nova Iguaçu; no dia 15 de junho, às 14h, no Teatro 1 do SESC Tijuca; dia 17 de junho, às 15h, no Auditório do SESC Duque de Caxias; e 20 de agosto, às 15h, no Teatro do SESC Madureira. Os ingressos custarão R$10 a inteira e R$5 a meia entrada. Terão entrada gratuita quem possuir Credencial Plena do SESC e ou estiver no Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG). 

O projeto, contemplado no edital do Sesc Pulsar, é uma realização do Sesc Rio, com produção da eLabore.kom.

Serviço: 

Espetáculo:  “Canções para afastar o medo – Contos e Acalantos Latino Americanos”

Datas, locais e horários:

Nova Iguaçu | Teatro | 2 de abril | 16h

Tijuca | Teatro 1 | 15 de junho | 14h

Duque de Caxias | Auditório | 17 de junho | 15h

Madureira | Teatro | 20 de agosto | 15h

Ingressos:

R$10 (inteira)

R$5 (meia entrada em casos previstos por lei)

Gratuito (Credencial plena e PCG)

Instagram: @qinticompanhia e @elabore.kom

Ficha Técnica

Realização: SESC RIO

Produção: Qinti Companhia e eLabore.Kom

Idealização e Concepção: Rosana Reátegui 

Coordenação Geral: Kirce Lima 

Direção: Rosana Reátegui e Marise Nogueira

Atuação: Rosana Reátegui 

Canto e Arranjos: Natalia Sarante 

Figurinista: Francisco Leite 

Iluminador: Rodrigo Menezes e Pablo Cardoso

Cenotécnico: Renato Marques

Direção de Produção: Kirce Lima

Coordenação de Produção: Fábio França

Produtor Executivo: Ruan Peixoto

Assistente Administrativo: Jacqueline da Silva

Assessoria de Imprensa: Alessandra Costa