16 de julho de 2024


Criado em 2018, o Dia Nacional do Ciclista visava homenagear Pedro Davison, que foi morto em 2006, aos 26 anos, por um motorista embriagado enquanto pedalava nas ruas de Brasília. Além de ser uma data alusiva aos ciclistas, o dia é um convite à reflexão sobre as atitudes no trânsito, visando o respeito ao ciclista e o apoio ao uso da bicicleta como meio de transporte.

Em meio à proximidade da data comemorativa, as e-bikes são tendência e ganham cada vez mais espaço nas cidades de todo o país. Além de serem econômicas, práticas e alinhadas às práticas de sustentabilidade, as bicicletas elétricas também trazem diversos benefícios para a saúde.

Um estudo recente da Hannover Medical School, respeitada escola alemã, aponta que andar de bike elétrica pode diminuir em até 40% o risco de sofrer uma parada cardíaca, e reduzir pela metade do risco de obesidade e outras síndromes metabólicas. Outro levantamento, feito pela Universidade de Yale (EUA), acompanhou 1,2 milhão de pessoas com mais de 18 anos, entre 2011 e 2015, que utilizavam e-bikes. Um mês depois do início da pesquisa, os participantes que andaram de bicicleta elétrica passaram 43,2% dos dias com a saúde mental mais estável do que os que não praticaram nenhuma atividade física associada.

“Contrariando o que muitos acreditam, quem adere o costume de andar de e-bike, faz esforço para se locomover nela, e agora a ciência comprova que também traz diversos benefícios para a saúde como a redução da chance de ataque cardíaco, a redução dos risco de obesidade e outras síndromes metabólicas, a diminuição dos riscos de demência e Alzheimer, a contribuição para os níveis de colesterol e a redução de incidência de câncer”, comenta Gabriel Arcon, CEO da E-Moving.
 

Aluguel de e-bike tem bom custo benefício

Com a grande ascensão e o interesse público cada vez maior pelas bikes elétricas, o aluguel surge como uma boa alternativa para quem quer aderir a essa forma de locomoção. Uma das principais vantagens de alugar é o custo benefício, pois além de não ser necessário investir um valor alto logo de início para a compra da e-bike, o usuário também não terá problemas com gastos extras para manutenção.

“O custo de uma manutenção anual pode chegar a R$ 1000, enquanto o valor da assinatura anual de uma bicicleta elétrica da E-Moving é a partir de R$ 320, incluindo a cobertura para manutenção e reparos”, ressalta o executivo.

Outra grande vantagem de ser um assinante da e-bike é o seguro, que acaba proporcionando flexibilidade e segurança para o cliente, possibilitando também você circular protegido pelas ruas, o que não acontece quando o equipamento é próprio. “Quando se trata de uma e-bike alugada, ter a tranquilidade de contar com assistência em situações de emergência, furto ou roubo, com a reposição rápida da bicicleta em até 5 dias, é uma conveniência que faz uma enorme diferença para aqueles que dependem da bicicleta em suas atividades diárias”, acrescenta o CEO.

Por fim, ao optar por alugar uma bicicleta, caso o ciclista precise de uma troca por qualquer motivo ou simplesmente queira fazer um upgrade, adquirir uma nova bike implicará em gastos consideráveis. “Investir novamente na compra da bicicleta será dispendioso, com valores variando entre R$ 3000 a R$ 5000, dependendo do modelo. Em contrapartida, no caso do aluguel, a diferença no valor mensal será mínima”, finaliza Arcon.

Sobre a E-Moving – Fundada em 2015, é uma startup especializada em soluções de mobilidade urbana aliada à tecnologia – pioneira em oferecer serviço de assinatura mensal de bicicletas elétricas, como alternativa aos transportes tradicionais. A missão da empresa é ser a melhor alternativa para deslocamentos urbanos de curta e média distância, levando sustentabilidade e qualidade de vida aos usuários das e-bikes, contribuindo para a solução dos congestionamentos e efetuando zero emissões de CO2 na atmosfera. A empresa ganhou vários prêmios- Prêmio Mobilidade Estadão (2023 e 2021), Leão em Cannes e Effie Awards (2019), Empreendedor do Ano EY (2018), Movida (2018), Shark Tank (2017), e acaba de ser certificada pelo Sistema B- movimento global de empresas em prol da promoção de uma sociedade mais sustentável.