12 de julho de 2024

Vitor Abdala – Agência Brasil – A 1ª edição do Festival Internacional de Cinema de Humor começa amanhã (7) na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM- Rio). Até o próximo dia 16, serão exibidas 64 produções, entre longas e curtas-metragens, de 18 países.

Na sessão de abertura, às 19h desta quarta-feira (7), será prestada homenagem a Buster Keaton, um dos maiores nomes do humor no cinema, com a exibição dos curtas Day Dreams (1922) e O Aeronauta (1923).

A exibição será acompanhada por um piano ao vivo, assim como ocorria nas salas de cinema no passado.

Entre os destaques da mostra competitiva estão o ucraniano The Inglorious Serfs (2020), dirigido por Roman Perfilyev; o argentino El Cuento del Tío (2021), que tem a direção de Ignacio Guggiari; e o russo Shameless (2021), de Nikita Vladimirov.

Entre os curtas-metragens, há sete produções nacionais: Ela que Mora no Andar de Cima (2020), de Amarildo Martins; À Espera do Chock (2020), de Rogerio Boo e Jorge Lepesteur; Atitude Suspeita (2020), de Pietro Sargentelli; Diagnóstico (2022), de Gabriela Camargo; Estática (2022), de Gabriela Queiroz; Os Antissociais (2021), de Gabriel Silva; e Tarja Preta (2021), de Nícolas Sanches Martins.

A programação completa pode ser conferida no site do festival .