21 de julho de 2024

Agência Brasil – A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirmou a morte de um homem de 37 anos de idade após confronto com a Polícia Militar, em Guarujá, litoral paulista. Segundo o órgão, o homem, acusado de tráfico de drogas, atirou na direção dos policiais ao ser avistado pela equipe de patrulhamento. A ação ocorreu na tarde de sexta-feira (18).

A secretaria informou que foram encontrados com o acusado porções de maconha, crack, cocaína, um rádio comunicador e anotações do tráfico. A arma do homem foi apreendida e enviada para perícia.

Com o confronto, o número de mortos na Operação Escudo chega a 19. As diligências foram deflagradas no final do mês passado após a morte do soldado Patrick Bastos Reis, das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota).

Na quinta-feira (17), o delegado Thiago Selling, da Polícia Federal (PF), foi baleado na cabeça durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, em Guarujá. Ele está em estado grave e foi transferido para o Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista.

Desde o início da operação, que não tem data para terminar, entidades de defesa dos direitos humanos receberam relatos de torturas, invasão de domicílios e outros excessos praticados pelas forças de segurança.

Edição: Fernando Fraga