22 de julho de 2024

Fiscais do Detro-RJ começaram a utilizar, nesta segunda-feira (21/08), câmeras portáteis nos coletes durante as operações diárias de fiscalização de ônibus e vans que circulam no Estado do Rio. A implementação do monitoramento contará com 98 equipamentos que, além de gravar a rotina dos agentes, também vai permitir a visualização ao vivo, a captação de áudio e a verificação da localização das equipes. Todos os fiscais que atuam nas ruas  vão usar as câmeras, atendendo ao que estabelece o Decreto estadual 47.532/21, e a uma determinação do Governo do Estado de dar transparência às ações de segurança pública e fiscalização.

A estreia dos equipamentos ocorreu, nesta segunda-feira, nos postos fixos e volantes de abordagens dos ônibus e vans e na campanha educativa “Não dê Carona ao Assédio”. Antes de sair às ruas, os agentes foram informados sobre o funcionamento e treinados para atuar com os novos equipamentos. As imagens são transmitidas e poderão ser armazenadas por meio de uma central de monitoramento do órgão.  

_O Detro-RJ implementou as câmeras em toda a sua equipe. Essas imagens asseguram ao agente e ao cidadão a comprovação das condutas realizadas durante as ações de rotina e de fiscalização. Temos que utilizar a tecnologia a nosso favor e da população, declarou o presidente do Detro-RJ Leonardo Matias.

O Decreto 47.532/21 estabeleceu os procedimentos para o uso das câmeras portáteis em órgãos de segurança pública e de fiscalização do Estado. Além de aumentar a transparência das ações, a gravação das imagens poderá mitigar situações de conflito no momento em que as pessoas perceberem que estão sendo filmadas. Os registros deverão ser armazenados por um período mínimo de um ano, de forma que possam ser consultados pelas autoridades quando houver necessidade de averiguar determinada ocorrência.