Uerj volta às aulas de forma remota; chips para alunos em situação de vulnerabilidade já começaram a ser distribuídos

Semestre vai ser mais curto e online

     
prédio da UERJ
Após seis meses sem aula, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) retomou as atividades acadêmicas  de forma remota nesta segunda-feira. O semestre vai ser mais curto e online, com um calendário emergencial com 13 semanas de atividades até o dia 12 de dezembro.
Segundo a instituição, para os alunos com dificuldades para acessar a internet, foram beneficiados chips  para acompanhar o conteúdo digital. A lista dos primeiros cinco mil alunos da graduação, pós-graduação e CAp-Uerj que vão receber os chips já está disponível na página eletrônica da Pró-reitoria de Políticas e Assistência Estudantis em http://www.pr4.uerj.br Ao todo serão disponibilizados cerca de 12 mil chips com franquia de serviços de dados móveis.

De acordo com a Uerj, o Sim Card será entregue presencialmente nas unidades do Maracanã, Duque de Caxias e São Gonçalo. Os alunos devem verificar os locais, datas e horários de distribuição dos cartões a fim de evitar aglomerações.

A iniciativa tem como objetivo proporcionar aos alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica de todas as unidades da Uerj (Maracanã, Rezende, Duque de Caxias, São Gonçalo, Teresópolis, Petrópolis, Ilha Grande e Nova Friburgo) as condições técnicas para as atividades do ensino remoto emergencial.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Leonardo Rodrigues, ressaltou a importância da distribuição destes chips para os mais necessitados. “Temos que garantir que todos os alunos tenham acesso às atividades sem que haja prejuízo à formação. Além disso, todos devem receber as mesmas oportunidades e essa ação da Secti em parceria com a Uerj é o resultado de um esforço conjunto para o bem de toda a comunidade acadêmica”, afirmou o secretário Leonardo Rodrigues.

Um novo período de inscrições para a aquisição de chips será aberto até o final deste mês de setembro para atender os alunos que não conseguiram participar da primeira chamada do edital do programa de auxílio inclusão digital da Uerj.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido !!