Gamificação e informatização do ensino em Mesquita

Mesquita tem uma visão voltada para o avanço na Educação. Com isso, foi iniciado um processo de informatização e gamificação da rede pública municipal de ensino. A ideia é proporcionar ensino de qualidade tecnológica para os alunos, inserindo-os em um ambiente que seguirá fazendo parte de toda a vida do estudante. Entre as 37 escolas públicas de Mesquita, 29 já estão dentro dos padrões de informatização, equipadas com tablets para os alunos e notebooks para os professores, conectados por wi-fi. Já em relação à gamificação, mais de 8.600 alunos de 18 unidades já utilizam o novo modelo de ensino, que permite um trabalho mais interativo e prático dos educadores, resultando em aulas ainda mais dinâmicas.

O uso da tecnologia na educação permite ao aluno sua emancipação intelectual, tendo o professor como o mediador de sua aprendizagem. A gamificação nas escolas contribui bastante para essa forma de ensino. Além de aprender significativa e prazerosamente, o aluno realiza atividades diárias, avaliações e até trabalhos através de jogos e quizzes. Hoje, vivemos um grande avanço tecnológico que engloba até aqueles alunos que não tinham acesso à internet e às ferramentas tecnológicas em suas casas”, declara Renata Levy, diretora da Escola Municipal Irena Sendler.

Além de receberem a informatização das suas unidades, os alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental participam do projeto de gamificação “Jovens Gênios”, ferramenta pedagógica para jogos educacionais, visando a interação dos estudantes. O foco é proporcionar inclusões sociais e despertar mais o interesse dos mesmos. A rede pública municipal de ensino conta ainda com o “Educa + Mesquita”, que possibilita aos professores e coordenadores realizarem tarefas como elaboração de plano de aulas e provas, diário on-line e lançamentos de faltas e conceitos. Tudo para agilizar e digitalizar o trabalho. Foto Letícia Campos

error: Conteúdo protegido !!