Escola de Música oferece aulas gratuitas para crianças de Nova Iguaçu

A Escola de Música e Cidadania, projeto social promovido pela Agência do Bem com patrocínio da Petrobras, está com as inscrições abertas para o polo de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A iniciativa é voltada para crianças e jovens de 7 a 17 anos que tenham interesse em aprender sobre os instrumentos violino e viola de arco. As aulas acontecem semanalmente e os alunos também participam de atividades interdisciplinares sobre direitos humanos, focadas na formação cidadã.

Para Alan Maia, fundador da Agência do Bem, o projeto possibilita, acima de tudo, a inclusão social de crianças de baixa renda. “A Escola de Música e Cidadania vai muito além das aulas de teoria e prática musical. Conectamos o aprendizado da música com ações de cidadania que refletem temas importantes da sociedade a fim de estimular o crescimento pessoal de cada aluno. Queremos que eles tenham a oportunidade de sonhar com um futuro melhor”, explica.

Em 2022, o projeto foi aprovado na seleção pública do Programa Socioambiental da Petrobras e recebeu financiamento para a abertura de oito novos polos em municípios do entorno da Baía de Guanabara, beneficiando crianças e jovens de Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Magé, Guapimirim, Itaboraí, São Gonçalo e Niterói. O patrocínio também possibilitou a criação da Orquestra Jovem da Guanabara, formada por alunos destaques da EMC, que visa o desenvolvimento profissional.

Atualmente, a Escola de Música e Cidadania atende mais de 2.000 crianças e tem 28 polos distribuídos por seis estados do Brasil e um em Braga, Portugal. O polo de Nova Iguaçu está localizado na Rua Maria Custódia, 435 – Vila de Cava. A inscrição pode ser feita até o dia 31 de agosto por meio de formulário on-line.

Sobre a Agência do Bem

A Agência do Bem é uma organização da sociedade civil de interesse público, sem fins lucrativos, que tem como missão promover o desenvolvimento humano, visando a cidadania plena da população de baixa renda, por meio da educação, de forma transparente e sustentável. Iniciou suas atividades em 2005 na Comunidade de Vargem Grande, no Rio de Janeiro, e atualmente possui 28 polos comunitários de atuações em seis estados do Brasil e em Braga, Portugal, além de apoiar iniciativas de 90 parceiros da Região Metropolitana do Rio de Janeiro e de São Paulo.

error: Conteúdo protegido !!