Avaliação do Peugeot 2008 Style 1.6 16V (Aut) (Flex) 2024

Por Marcus Lauria (texto e fotos)

O Peugeot 2008 foi lançado no Brasil em 2015, desde lá vem sofrendo algumas leves mudanças estéticas, além das séries especiais que ganhou ao longo desse tempo, uma tradição na marca aqui no País. Agora a linha 2023 chega com novidades e uma delas é a versão Style que avaliei por uma semana.

Dotado de detalhes estéticos exclusivos da versão, o 2008 Style chama a atenção pelas ruas e tem algumas características que são marcantes, como a grade em “black piano” e as rodas escurecidas. Apesar da Peugeot ter cedido o 2008 nesta versão para teste, ela não faz mais parte da linha 2024, que está disponível agora em quatro versões Allure 1.6, Roadtrip 1.6, Style 1.6 THP, Griffe 1.6 THP, todas com a caixa de transmissão automática sequencial de 6 marchas.

CONFIRA O VÍDEO:  https://youtu.be/GfbcfszxfDg

Mesmo assim realizamos o teste que pode ficar de referência para a versão Roadtrip. O SUV conta de série em todas as versões com câmera de ré, piloto automático, limitador de velocidade, volante sport drive multifuncional com regulagem de altura e profundidade, DRL em LED e vidros e travas elétricas. Além de equipamentos consagrados da marca, como o i-Cockpit® único da Peugeot e a central multimídia Peugeot Connect multi-touch  com espelhamento Apple Carplay e Android Auto.

A partir da versão Roadtrip os modelos contêm partes dos bancos em couro (o que não é o caso da versão avaliada), rodas Aquila 16”, ar-condicionado bi-zone, lanternas traseiras em LED e farol com máscara negra. A gama MY24 possui 06 opções de cores, sendo elas: Preto Perla Nera, Branco Nacré (perolizado), Branco Banquise (sólido), Vermelho Rubi, Cinza Artense e Cinza Grafitto. Com exceção do Preto Perla Nera qualquer cor escolhida acrescenta R$ 2.450 ao valor total do veículo. E todas as versões do SUV possuem teto biton na cor preta, além da tampa traseira com o logótipo Peugeot.

Para entregar mais conforto aos ocupantes, o veículo está equipado com bancos revestidos parcialmente em couro sintético e tecido, volante com revestimento em couro, direção com assistência elétrica e retrovisores externos com comandos elétricos. O conforto a bordo é uma das características do 2008, apesar do seu tamanho reduzido, dentro dele o espaço é bom tanto para motorista e passageiros. A posição de dirigir é fácil de acertar, graças as regulagens de volante (somente em profundidade) e bancos, todos manuais. O volante é um dos destaques, pequeno e com ótima empunhadura, deixa o motorista bem à vontade para as manobras mais difíceis.

O porta-malas é bem generoso e oferece 355 litros, o que acho suficiente para até 4 passageiros em uma viagem mais longa. O SUV é bem silencioso e dentro da cabine quase não se ouve nada lá de fora. Apesar de muitos plásticos espalhados pelo interior, quase não se ouve rangidos deles, por serem de boa qualidade, ponto para a Peugeot que acertou na acústica do 2008.

Para o visual, a versão traz grade dianteira em Dark Chrome, lanternas em LED e efeito 3D, faróis projetores elípticos, rodas em liga leve de 16 polegadas e teto pintado em tom preto. As cores disponíveis para a carroceira são o preto Perla Nera, vermelho Rubi, branco Banquise e o cinza Artense, novidade para o modelo. O Peugeot 2008 Style 2023 está disponível no Brasil com preço inicial de R$ 106.990.

Sob o capô o já conhecido motor 1.6 com 118cv com etanol e 115 cv com gasolina e um torque de 16,1 kgf.m, que trabalha em conjunto com um câmbio automático de 6 velocidades. O conjunto mecânico dá conta do recado e empurra com facilidade o 2008, só peca mesmo nas arrancadas. Já com a tecla “S” (modo Sport) acionada o motor fica um pouco mais esperto, mas nada muito diferente da opção normal. De qualquer forma o propulsor rende bem e sai bem no dia a dia do trânsito da cidade.

Sobre a suspensão, o conjunto dianteiro é do tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal e na traseira tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal. No trânsito da cidade e nas ruas esburacadas do Rio de Janeiro o 2008 se saiu bem, não sentimos trancos, solavancos ou qualquer outro tipo de anomalia durante o teste, o “SUVizinho” da Peugeot absorve bem os buracos, valas e etc.

Quando assunto é economia, no nosso teste o 2008 não se saiu muito bem, usando o modelo somente na cidade, sempre com o ar-condicionado ligado o consumo após 150 km rodados foi de 5,0 Km/l com etanol. Não avaliamos com gasolina, mas acredito que com esse combustível o consumo melhore bastante. Esse motor oferece o modo de condução ECO, ideal para ser utilizado no trânsito intenso das grandes metrópoles, com principal funcionalidade de economizar combustível.

*FICHA TÉCNICA:

Mecânica

Motorização      1.6

Combustível      Álcool   Gasolina

Potência (cv)     118         115

Torque (kgf.m)                16,1       16,1

Velocidade Máxima (km/h)       186         185

Tempo 0-100 (s)              12,4

Consumo cidade (km/l)               7,4          11

Consumo estrada (km/l)             8,6          12,2

Câmbio                automática de 6 marchas

Tração dianteira

Direção                elétrica

Suspensão dianteira      Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.

Suspensão traseira         Suspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

Freios   Quatro freios à disco com dois discos ventilados.

Dimensões

Altura (mm)       1.583

Largura (mm)    1.739

Comprimento (mm)      4.159

Peso (Kg)            1.212

Tanque (L)          55

Entre-eixos (mm)           2.542

Porta-Malas (L)                355

Ocupantes         5

*Dados do fabricante

error: Conteúdo protegido !!