Nissan amplia seu investimento em Resende e confirma a produção de 2 novos SUVs e um motor turbo

A Nissan acaba de completar 23 anos no Brasil e se prepara para uma nova etapa no país e na América do Sul, alinhada com o seu plano global Ambition 2030. Em cerimônia realizada hoje no seu Complexo Industrial de Resende, no estado do Rio de Janeiro, a empresa japonesa anunciou que ampliará seu plano de investimentos 2023-2025, chegando a até R$ 2,8 bilhões, para produzir dois novos veículos utilitários esportivos (SUVs) e montar um motor turbo.

Diante de 2.400 pessoas, incluindo todos os funcionários da unidade industrial, autoridades e convidados, Makoto Uchida, Presidente e CEO da Nissan Motor Co., revelou os próximos passos da empresa no país. Ele foi acompanhado por Cláudio Castro, Governador do estado do Rio de Janeiro, e dos principais executivos regionais e locais da Nissan.

“Guiados pela nossa visão Ambition 2030 e levando em consideração as necessidades e realidades do Brasil e da América do Sul, temos uma estratégia local que garantirá a nossa transformação nos próximos anos. Precisamos demonstrar o nosso compromisso com novas ações para construir uma base sólida e seguirmos evoluindo ainda mais e, assim, contribuir para atingir os nossos objetivos globais”, disse Makoto Uchida, Presidente e CEO da Nissan Motor Co., durante a cerimônia.

O investimento permitirá a instalação de novos equipamentos, ampliações na linha de produção e a evolução de processos no complexo da Nissan em Resende para permitir a fabricação de dois novos SUVs. Um dos modelos terá a missão de dar continuidade à bem-sucedida linhagem do Nissan Kicks, que é um sucesso da marca no Brasil e no mundo.

O plano de desenvolvimento também contempla a fábrica de motores, que integra o parque industrial da Nissan e foi o local onde a empresa realizou a cerimônia de anúncio dos investimentos. Ela montará um novo e moderno motor turbo para ser adotado em modelos da marca.

Inaugurado em abril de 2014, o “jovem” complexo industrial brasileiro da Nissan passará por sua primeira grande evolução e consolidará sua vocação como um hub de exportação. A unidade, que já atende, além do mercado brasileiro, alguns mercados da América do Sul, deve passar a exportar um de seus novos veículos para mais de 20 países.

Como parte desse processo para receber novos produtos, seguindo sempre com foco na qualidade de manufatura, o complexo industrial atua desde 2022 em dois turnos, o que gerou, na época, a contratação de mais 578 novos funcionários. A Nissan também vai ampliar a presença de parceiros no entorno de sua unidade. Um pouco antes da cerimônia oficial, quatro novos fornecedores confirmaram que irão se instalar junto da fábrica de Resende.
 

Investimentos da Nissan no Brasil atingem R$ 6,2 bilhões em 10 anos

O novo investimento da Nissan no Brasil reforça a consistência da estratégia da empresa no mercado nacional e em toda a América do Sul. Para sua construção, o Complexo Industrial de Resende recebeu, na época, R$ 2,6 bilhões, o que até hoje é um dos maiores montantes aplicados em uma fábrica de automóveis no país.

O resultado é que a unidade de Resende segue modernos padrões de manufatura, alinhados às melhores práticas ambientais e de qualidade, e conta com um ciclo completo de produção. Para isso, dentro do complexo, há da área de estamparia até pistas de testes, incluindo chaparia, pintura, injeção de plásticos, montagem e inspeção de qualidade. Nos anos seguintes à sua inauguração, outros investimentos foram realizados para melhorias, adoção de novos recursos tecnológicos e evolução de infraestrutura e ergonomia voltadas ao bem-estar dos funcionários.

Assim, os investimentos realizados pela Nissan no Brasil, incluindo os que agora garantem a produção dos dois novos SUVs e a montagem do motor turbo, somam um total de R$ 6,2 bilhões, em 10 anos.
 

Público recorde assiste à cerimônia dentro do Complexo Industrial da Nissan

Mais de 2.400 pessoas participaram da cerimônia de anúncio oficial no Complexo Industrial da Nissan em Resende, estabelecendo um novo recorde histórico de público em um evento no local. O anterior era de 1.800 pessoas, alcançado durante a passagem do Revezamento da Tocha Olímpica pela fábrica de Resende em 2016, quando a Nissan foi patrocinadora oficial dos Jogos.

Além do público recorde que esteve presente para acompanhar o anúncio, a cerimônia também foi assistida online por funcionários, concessionários e jornalistas do Brasil, Argentina, Chile e Peru.

error: Conteúdo protegido !!