Livro Baixada Fluminense em preto e branco na Sala Fenig

A Baixada Fluminense sempre teve um olhar especial pelas lentes do fotógrafo Paulo Santos. Alguns dos registros mais notáveis estão em livro que será autografado pelo artista visual na Sala de Leitura Fenig, no terceiro piso do TopShopping, no Centro de Nova Iguaçu, nesta sexta-feira (1), a partir das 16h. O livro “Baixada Fluminense em preto e branco” reúne fotografias de diversos locais da região, registradas ao longo de décadas de trabalho de Paulo Santos em todos os municípios da Baixada. A Tarde de Autógrafos faz parte do Programa Municipal de Incentivo à Leitura e à Escrita da Prefeitura de Nova Iguaçu, através da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (Fenig), com apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

Em 96 páginas, com fotos e textos de Paulo Santos e coescrito por Luiz Vasconcellos, imagens dos municípios da Baixada ganham um foco apaixonado. Nova Iguaçu ganha destaque com registros em preto e branco de locais históricos como o Reservatório Rio D’Ouro, Fazenda São Bernardino, Igreja de Santo Antônio, entre muitas outras belezas fotografadas.  

O evento contará também com a participação do boneco Duka, agente da vida, que é um protetor do meio ambiente com foco no descarte responsável do lixo.  O boneco de pano destaca as belezas ambientais, em especial da Baixada, e a importância de preservá-las.

Paulo Santos apresentou no mês de novembro a exposição itinerante “Ilustres & Anônimos” destacando personalidades negras da Baixada Fluminense. Em 2022, a exposição “Nova Iguaçu em Foco – um pouco da história da cidade através do olhar fotográfico” foi um dos destaques da Galeria de Artes Fenig, no Centro do município.

“Desde o início do meu trabalho na imprensa, eu busco a história da cidade. Foi um trabalho longo de criação e pesquisa e fico feliz de ter esse trabalho reconhecido no resgate desses patrimônios”, afirmou Paulo Santos, que foi repórter fotográfico do jornal “O Dia”. Paulo fez parte também do jornal “Maioria Falante” na década de 1990, onde, com o apoio da Embaixada da Nigéria, fez a exposição fotográfica “Olhar da Maioria” que rendeu uma viagem de intercâmbio para Nova York. Paulo desenvolve projetos voltados para a popularização da fotografia como expressão de arte e comunicação.

Além da Tarde de Autógrafos e do Encontro com o Autor na Feira Iguassú, a ação “Livros para Voar” recebe doações de livros, faz as publicações circularem pela cidade e fortalece os autores e a produção literária de Nova Iguaçu e da Baixada. A ação é dedicada aos romances de ficção e não ficção, poesias, biografias e estilos literários diversos. A ação acontece na Feira Iguassú, na Feira Multicultural Tinguá na Praça e outros grandes eventos na cidade. A ideia é a democratização de leitura que amplia o conhecimento. E, além disso, 11 totens estão espalhados pela cidade com as caixas do projeto para receber doações de livros e para que qualquer pessoa possa pegar uma publicação gratuitamente para desfrutar da leitura. As caixas estão na sede da Fenig (rua Governador Portela, 812, no Centro de Nova Iguaçu); na Sala de Leitura Fenig, no TopShopping; Prefeitura de Nova Iguaçu; Igreja Santo Antônio da Prata; Igreja São Miguel Arcanjo, em Miguel Couto; OAB Nova Iguaçu; Casa de Cultura; Casa do Professor; Cefet-NI; Loja Caçula Nova Iguaçu e no Cras Terras de Marambaia.

error: Conteúdo protegido !!