COLUNA MARCUS LAURIA – 20/02

TOYOTA SW4 2016 CHEGA RENOVADA

160219 v31A Toyota revelou essa semana, na cidade de Itupeva (SP), a nova SW4 no Brasil. O modelo rompe com as referências estilísticas herdadas da picape Hilux e adota estilo próprio, muito mais próximo ao de modelos da Lexus.

Destacam-se, na frente, os cromados da imensa grade e das molduras das luzes de neblina, bem como os faróis com tecnologia bi-led. A traseira recebeu lanternas delgadas que seguem o padrão estético da dianteira e mais motivos cromados, desta vez na régua acima da placa. A lateral, por sua vez, ganhou personalidade com o recorte irregular da parte inferior dos vidros.

Na cabine da SW4 é possível se lembrar de algumas soluções de design e acabamento utilizadas na picape, mas há estilo próprio e mais sofisticação. Saltam aos olhos a moldura em couro revestindo o console central, bancos, volante e parte das molduras das portas, bem como apliques com padrões que vão da madeira ao alumínio, do black piano aos cromados.

Há 2 versões com 7 lugares e 1 com 5 lugares. Sem a última fileira o espaço no porta-malas é generoso, mas os bancos extras tiram muito do espaço disponível e só levam com conforto pessoas com até 1,70 de altura. Ocupantes da frente e da segunda fileira não terão do que reclamar. Os motores são o 4.0 V6 a gasolina, que equipa a versão menos cara e entrega 238 cv e 38,3 kgfm de torque a 3.800 rpm, e 2.8 Turbodiesel, que empurra a versão intermediária – única com 5 lugares – e de topo, e gera 177 cv com 45,9 kgfm de torque entre 1.600 e 2.400 rpm. Única opção de câmbio é o automático de 6 marchas, sempre com tração 4×4 que conta com acionamento eletrônico.

O acabamento da SW4 é melhor que o de sua principal concorrente, a Chevrolet Trailblazer. A lista de equipamentos, por outro lado, é pouco superior e não justifica o alto preço: o preço inicial sugerido, aplicável para a versão SRX 4.0 V6 de sete lugares, é de R$ 205.000,00. As versões a diesel, SRX 2.8 TDI com cinco e sete lugares, custam, respectivamente, R$ 220.000,00 e R$ 225.000,00.

LAND ROVER 2016 TRAZ NOVO SISTEMA DE ENTRETENIMENTO

Os modelos da linha 2016 da Land Rover poderão ser equipados com um completamente novo sistema de entretenimento. A tecnologia InControl Apps permite o motorista acessar aplicativos do seu celular pela tela do veículo. Aplicativos como o reprodutor de música Rdio e o app de notícias News OnBoard podem, por exemplo, ser utilizados sem a necessidade de desviar o olhar para o celular, tornando a viagem mais confortável e segura.
A novidade faz parte da renovação do sistema de entretenimento das marcas, que inclui tela de oito polegadas touchscreen com ainda melhor sensibilidade ao toque, novo layout mais intuítivo e com melhor resolução, funções com comando de voz em português, sistema de navegação mais rápido e fácil de manusear com mapas em 2D e 3D e sistema de som premium com assinatura da marca Meridian.
A tecnologia permite a conexão entre motorista e veículo tornando a experiência de viagem mais agradável, além de possibilitar um novo patamar de personalização, já que o sistema de entretenimento pode ser configurado para se tornar cada vez mais pessoal. As mesmas configurações de um único smatphone podem ser usadas em todos os veículos da marca, configurados com a nova plataforma InControl.
O sistema não ficará parado no tempo, pois usará sempre a última atualização dos aplicativos, também terá novos aplicativos lançados regularmente.
O InControl Apps já está disponível em toda linha Land Rover ano modelo 2016 e estará disponível na linha Jaguar a partir de 2017.

OPEL AMPERA-E, É O PRIMEIRO ELÉTRICO DA MARCA

160219 v32A Opel anunciou o seu próximo lançamento, o Ampera-e. O novo modelo, que chega em 2017, é um citycar com cinco portas, 100% elétrico, que chega para brigar com o Renault Zoe. Ao contrário do primeiro Ampera, de dimensões um pouco maiores e com um extensor de autonomia, o Ampera-e é um compacto e 100% elétrico.

Os detalhes ainda não foram divulgados, mas a Opel adianta que o Ampera-e terá autonomia superior à da maior parte dos atuais veículos elétricos e será vendido a preço acessível. O Ampera-e é considerado como uma evolução nas novas soluções de mobilidade e alternativas de sistemas de motorização. “Os automóveis elétricos têm potencial para dar uma contribuição significativa para a redução de emissões”, defende o CEO do Opel Group, Karl-Thomas Neumann.

A Opel revela ainda que a unidade de baterias colocada sob o piso do interior permitirá que o modelo ofereça espaço para cinco pessoas e uma capacidade de carga no porta-malas compatível à de um modelo do segmento dos ‘compactos’ (tipo Opel Astra).

BMW REVELA O SEDÃ DE LUXO ESPORTIVO M760LI XDRIVE

A BMW surpreende mais uma vez, e revela o primeiro Série 7 com kit “M Performance”. O M760Li xDrive é o Série 7 mais potente já lançado, o sedã tem um motor V12, de 6.6 litros, TwinPower Turbo com 600 cv e 800 Nm de torque máximo.

Esta versão esportiva, de tração integral e feito com base na versão longa, anuncia uma aceleração de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos (0,8 segundos mais rápido que o 750i M Sport).

Acoplado a uma caixa automática de oito velocidades (com passagens de caixa mais esportivas e padlle-shifts no volante), o M760Li xDrive chega aos 250 km/h (ou 305 km/h com o pacote opcional M Driver).

Esta versão destaca-se pelo exterior mais agressivo, onde se destacam as quatro ponteiras de escape, rodas de 20 polegadas com desenho exclusivo e pneus Michelin Pilot Super Sport.

O interior conta com um volante de três raios, pedais em alumínio e soleiras das portas iluminadas. No console central há detalhes em black piano e o logotipo V12, identificativo desta versão. O preço ainda não foi divulgado, mas certamente irá superar os 143 mil euros pedidos pelo 750i xDrive, que utiliza um 4.4 TwinPower Turbo V8 com 450 cv e 650 Nm.

CITROEN 2CV É ARREMATADO POR 172 MIL EUROS

160219 v33Um Citröen 2CV Sahara de 1961 atingiu no Rétromobile 2016 – leilão a cargo da Artcurial Motorcars – um valor exorbitante, foi arrematado por 172 mil euros. O valor supera um outro 2CV Sahara, leiloado em 2012 por 130.757 euros.

O novo recordista, com o chassis nº76, encontra-se em excelente estado de conservação. Percorreu apenas 11.367 km e permaneceu sempre dentro da família do comprador original durante três gerações.

O 2CV Sahara foi produzido entre 1961 e 1967 e está equipado com dois motores (um na dianteira e outro na traseira) de dois cilindros, refrigerados a ar, com 423cm3 cada, acompanhado igualmente por duas transmissões e dois depósitos de combustível.

O número de motores não significa, no entanto, grandes velocidades, uma vez que este veículo de 735 kg atinge uma velocidade máxima de apenas 105 km/h. Foram produzidos 693 exemplares do Sahara até 1966 e um último, de número de série 694, em 1971. Em 1959, além do cinza, era oferecido na cor azul glaciar. Os últimos exemplares do 2CV foram produzidos em Mangualde, Portugal, a 27 de julho de 1990.

LEXUS LANÇA LC 500H

160219 v34A Lexus confirmou a estreia da versão híbrida do LC 500 para o Salão Automóvel de Genebra, dentro de duas semanas. A versão híbrida do cupê nipônico de luxo, que será o primeiro rival do BMW i8, terá a designação de LC 500h.

No lugar do V8 de 5 litros a gasolina do LC 500, com 467cv, a versão híbrida contará com uma versão melhorada do sistema híbrido do GS 450h. Assim, o Sistema Lexus Multi Stage Hybrid System deverá combinar um V6 a gasolina de 3,5 litros, a funcionar em conjunto com um motor elétrico, para uma potência combinada de 470cv.

Espera-se uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em menos de 4,5 segundos, superando a versão V8 a gasolina e até mesmo o BMW i8, que debita 361cv. O híbrido deverá ter o mesmo interior do LC 500, com um painel de instrumentos digital e com o sistema de infotainment mais recente.

error: Conteúdo protegido !!