COLUNA ESPAÇO MOTOR, por JOÃO MENDES – 04/06

Novo Chevrolet Cruze é a referência
160603 V21

A marca Chevrolet tem tradição no segmento dos sedãs médios, começou com o Opala em 1968, depois Monza em 1982, Vectra em 1993 e Cruze em 2011, modelo 2012. Com pouco tempo de estrada o Cruze chega na sua segunda geração para se tornar uma referência do segmento liderado pelo Toyota Corolla e seguido do Honda Civic. O Novo Cruze bate o Corolla, já renovado, e o Honda Civic que ainda não foi atualizado, o que acontece ainda este ano. Eu sou muito atento a segurança dos veículos e por isso o Cruze esta na frente. O sedã da Chevrolet tem controle de estabilidade e tração que o Corolla não tem. Acho que este importante sistema será obrigatório em breve como o air bag e os freios com ABS mas o Cruze tem muito mais. Desenvolvido nos Estados Unidos e na Alemanha ele tem Assistência de Permanência na Faixa que com leve atuação no volante volta o carro para o traçado original, Alerta de Colisão, Alerta de Ponto Cego nos retrovisores externos, Sistema de Estacionamento Semi Automático, novos sensores dianteiro e traseiro de estacionamento, Câmera Dinâmica de Ré e Farol Alto Adaptativo (abaixa o farol quando vem outro carro em sentido contrário) enfim, é um carro com muitos sistemas para auxiliar na segurança e que os outros não tem. Seu motor também é uma grande novidade, é 1.4 L turbo Flex que gera 153 cavalos de potência, usando só Etanol como combustível, e 24,5 kgfm de torque. Com esse propulsor acelera de 0 a 100 km/h em apenas 9 segundos e tem consumo de carro 1.0 L, com gasolina faz 11,2 km/l em circuito urbano e 14 km/l na estrada. Sua caixa de marchas é a 3ª geração da caixa automática de 6 velocidades que a Chevrolet usa em seus veículos, agora com trocas mais suaves. O Novo Cruze tem estilo muito moderno e o interior acompanha. Internamente os materiais empregados mostram um carro luxuoso e moderno, são bancos de couro e forrações também de couro nos painéis das portas, painel e volante. O ruído do motor na cabine foi reduzido em 50% e em relação aos ruídos externos a cabine ficou no geral 13% mais silenciosa. O painel tem desenho futurista e ótima ergonomia. No centro, entre velocímetro e conta giros tem um display de 4,2″ com as informações do computador de bordo, velocímetro digital, pressão dos pneus, tensão na bateria, tendência de economia, distância do carro à frente e outras informações dos sistemas de segurança. Na tela capacitiva central de 8″ tem o sistema de entretenimento, GPS e o My Link 2. No console tem até carregador de bateria de celular sem fio, por indução. O carro também possui o sistema On Star igual ao da S10 e o da Trailblazer. O Chevrolet Cruze 2017 estará disponível no final de junho nas versões LT, R$89.990, LTZ por R$96.990 e LTZ+ por R$107.450. Na próxima edição eu comento mais sobre este carro que agora espera a chegada do Novo Honda Civic para ver quem é o melhor do segmento.

 

Ford Ranger Limited 2017
160603 V22

Testei a Nova Ford Ranger na sua versão top intitulada Limited cabine dupla. A picape da Ford tem muito estilo e pontos muito positivos. Internamente ela mistura classe, tem bancos de couro, funcionalidade, muitos porta objetos, muita tecnologia e esportividade. No painel, duas telas configuráveis de 4,2″ com muita informação, e na tela de 8″ o Sync Media System com as informações do GPS, áudio, telefone e climatização. O modelo mostra tecnologia avançada com sistemas como o de permanência de faixa, que te alerta se você sair da faixa, sem ligar a seta para anunciar, ele vibra o volante. Tem o Piloto Automático Adaptativo que ajusta automaticamente a velocidade para manter sempre uma distância segura entre a Ranger e o veículo da frente. Se detectar um veículo mais lento, reduz automaticamente, e se a pista está livre, retorna para a velocidade que havia sido programada. Seu motor é um 3.2 L Diesel, Duratorq, que desenvolve 200 cavalos de potência com torque de 47,9 Kgfm a partir de 1.250 RPM. Seu câmbio é automático, tem tração 4X4 e controle eletrônico de estabilidade e tração. Acho sua suspensão um pouco dura, suas concorrentes fizeram mudanças para dar mais conforto, mas a Ford Ranger só fica mais confortável se estiver carregada. Como andei muito em perímetro urbano numa cidade esburacada, que é o Rio de Janeiro com obras por todos aos lados, senti bastante, mas nas curvas ela se comporta bem. Estou comentando a versão top que custa R$179.900, mas a Nova Ranger tem como versão de entrada a XLS 2.5 L Flex com câmbio manual por R$99.500.

 

Motos, ruim pra vender mais ótimo pra comprar

O mercado de motocicletas esta em baixa como o de automóveis, as vendas caíram muito e com a recessão, muita gente esta se livrando de sua moto e com muita oferta os preços caíram muito. Nesse momento, quem tem grana na mão esta conseguindo ótimos negócios.

 

O suplício da vistoria obrigatória

O Governo do estado do Rio de Janeiro além de estar falido é de uma incompetência abissal. Eu tenho que transferir a propriedade de uma moto que adquiri e depois de pagar a taxa entro no site para agendar uma vistoria, mas só estão disponibilizados postos de atendimento a uns 40 a 50 km da minha casa. Pior ainda, das 9 opções sugeridas 3 ficam fora da cidade do Rio de Janeiro. Inacreditável!

error: Conteúdo protegido !!