Internos do DEGASE são flagrados arquitetando plano de fuga

Durante revista realizada, diversos punhais artesanais e pedaços de metal retirados das grades foram encontrados

Agentes de plantão no Centro de Socioeducação Dom Bosco, unidade de internação provisória do DEGASE, desconfiados de que estaria sendo arquitetado um plano de motim e fuga na unidade, resolveram gravar as conversas dos internos de uma das galerias, na última quarta-feira. Durante revista realizada, diversos punhais artesanais e pedaços de metal retirados das grades foram encontrados. Durante os minutos de gravação dos agentes, os internos que ficam em um dos locais conhecidos como prédio 2, no módulo conhecido como “Capital”, falam, entre outras coisas, conforme estão nos áudios e transcrições:
“O bagulho é pegar aquele spray – espargidor de pimenta – e jogar tudo na cara deles”. “Tem que juntar eles todinhos, botar eles presos dentro de uma comarca – cama do alojamento – e é o bicho”. “Se nós pegarmos um, com certeza nós pegamos um canivetezinho e já o spray”. “O bagulho é certo. Com certeza nós vai pular no bagulho”), diz um dos áudios.
Em outro áudio, criminosos se mostram preocupados em continuarem presos durante as datas festivas de dezembro. “Mano, o bagulho já tá quase tudo planejado bandido, qual foi, nós não quer passar natal e ano novo aqui não mano, o bagulho como, nós vai juntar com os amigos da comarca – outro prédio da unidade – o papo vai chegar nos amigos e é o bicho, os amigos fechou, os amigos deu fé – concordaram – nós vai sair saindo. Sabe por onde nós vai sair? Pela horta, você tá ligado legal que é pela horta! Que nada, pega a chave e vai sair geral pela porta da frente!”. “Não sei se vocês pegaram a visão, mas a chave deles tem um papelzinho, tem tudo o número das celas e tem o nome. Nós nem vai perder tempo com eles, vai deixar eles mofar lá dentro e vai zarpar, tá ligado? O muro da horta geral fala que é pequenininho mas nós vai pular”. “”Nós vai render todo mundo mano, nós vai pegar todos os Seu – funcionários – nós vai pegar eles, nós vai tomar é a casa mano. Hoje nós vai dar um papo nos amigos da comarca, pra eles abraçar o papo. Nós tem família também, nós tem filho. Nós vai passar o natal sem o natal sem a nossa coroa, sem nosso filho?”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido !!